inicial

logo-1

Aperte o PLAY

Carregando ...

Tocando Agora:

Carregando ...
RÁDIO R - POLIOMIELITE 980x135

Entenda o projeto de lei que quer deportar imigrantes do Reino Unido para Ruanda

O polêmico projeto de lei do primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak, enfrenta uma votação importante no parlamento nesta terça-feira (12). A medida busca deportar imigrantes que solicitam asilo do Reino Unido para Ruanda.

A política, que visa impedir a chegada de imigrantes por meio do canal da Macha (entre Inglaterra e França), já foi declarada ilegal pelo Supremo Tribunal britânico.

A votação desta terça-feira (12) é um importante termômetro para Rishi Sunak, uma vez que a questão da imigração é a segunda política mais importante para os britânicos, perdendo apenas para a economia, segundo dados do governo inglês.

Sobre o projeto

O projeto já era discutido no ano passado, durante o mandato de Boris Johnson. A ideia era deportar qualquer pessoa que chegasse ao Reino Unido de forma ilegal para Ruanda. A lei inclui imigrantes de qualquer nacionalidade.

O governo britânico pagou cerca de 240 milhões de libras para a realização do projeto. A lei passaria a valer já em 2022, mas uma liminar impediu que o primeiro voo fosse para Ruanda, em junho do ano passado.

Depois disso, a Suprema Corte britânica declarou o projeto como ilegal, alegando que Ruanda não tem estrutura e não é um país seguro para receber um alto número de imigrantes. A Corte teme que essas pessoas sejam, posteriormente, enviadas para seus países de origem, aumentando o risco de perseguição e violência.

Sobre a votação

O “Projeto de Lei sobre Segurança de Ruanda” enfrenta uma votação decisiva na terça-feira (12), no parlamento inglês. O partido de Sunak tem a maioria no plenário, que garante uma vantagem prévia.

O premiê fez algumas alterações no texto, para que as medidas de deportação não fossem impedidas pelos tribunais britânicos.

Perder no parlamento poderia colocar o cargo de Sunak em jogo.

Por que o projeto é importante para Sunak

O primeiro-ministro Rishi Sunak colocou a questão da imigração como prioridade durante a campanha para o cargo.

O projeto traria fôlego para Sunak, que enfrenta uma eleição no ano que vem. O partido do premiê está cerca de 20 pontos percentuais atrás do partido de oposição, pressionando ainda mais o mandatário por uma vitória no parlamento.

Questão da imigração no Reino Unido

Em 2022, o número de imigrantes que chegaram ao Reino Unido bateu recorde, passando dos 745 mil. A maioria eram ucranianos que fugiram da guerra.

O governo britânico gasta atualmente 3 milhões de libras por ano nos processos de pedidos de asilo, incluindo alojamentos e alimentação para os imigrantes.

A questão assombra o governo desde 2016, que levou à saída do Reino Unido da União Europeia (UE), após o Brexit.

*Com informações da Reuters

Fonte: CNN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *