inicial

logo-1

Aperte o PLAY

Carregando ...

Tocando Agora:

Carregando ...
RÁDIO R - BOAS FESTAS - 980x135

Colégio Castro Alves de Rondon terá consulta pública sobre modelo cívico-militar

 Votação da comunidade rondonense será no dia 14 de dezembro.
 Deputado Marcio Nunes e prefeito Roberto Corredato conclamam comunidade escolar para a participar.
 Após a realização da consulta pública que definiu a adesão de mais 83 escolas do Paraná ao modelo cívico-militar, agora chegou a vez de Rondon:
Dia 14 de dezembro, a população do município vai decidir se a Escola Estadual Castro Alves deve também aderir.
 As consultas foram elaboradas com base no interesse das comunidades civis e escolares, que já haviam manifestado, anteriormente, solicitação à adoção do modelo educacional.
 “Esta é uma atitude muito democrática por parte do Governo Estadual, e por isso é muito importante a participação de toda a população rondonense no intuito de decidir sobre o modelo de educação no município”
,disse o deputado estadual Marcio Nunes, que representa o município de Rondon na Assembleia Legislativa por indicação do prefeito Roberto Corredato, e é também secretário do Turismo do Paraná.
Marcio Nunes lembra que podem participar professores, funcionários e pais de alunos matriculados nas instituições.
 Estudantes maiores de 16 anos também participam do pleito e, para votar, é necessário levar documento pessoal com foto.
 Os responsáveis terão direito a um voto por filho menor de idade matriculado na escola.
“Conclamo todos os rondonenses para dar uma demonstração a todo o Paraná de participação da comunidade nas decisões sobre o futuro da nossa cidade”
,disse o prefeito Roberto Corredato.
 Além de Rondon, escolas de outras 20 cidades participarão.
 A consulta repete os moldes da primeira votação e envolve apenas escolas estaduais de ensino regular (6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio).
 Se aprovada, a mudança ocorre já a partir do ano letivo de 2024.
 O resultado deve ser divulgado logo após as votações.
 Modelo educacional que combina elementos da gestão civil com a presença de profissionais militares da reserva (inativos) na administração e na rotina escolar, a escola cívico-militar integra práticas e valores com os princípios educacionais, visando promover um ambiente escolar mais cívico e voltado para o desenvolvimento integral dos alunos.
 As escolas cívico-militares foram instituídas no Paraná em 2020.
 As escolas cívico-militares foram instituídas no Paraná em 2020.
 Atualmente são 194 colégios nesta modalidade e 12 do modelo do programa nacional que serão incorporadas pelo Estado em 2024.
 Com as novas unidades, serão 289 colégios nessa modalidade no próximo ano. E com a nova consulta o número pode passar de 300.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *