Mulher que favorecia a prostituição em sua casa é presa acusada de tráfico

A equipe policial ao tentar abordar um motociclista com atitudes suspeitas, acabou encontrando na residência que esse condutor entrou, um grande volume de drogas. No local foi percebido que ocorria prostituição. A dona da casa, já possuía mandado de prisão no Estado de São Paulo.

Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Rondon e Região

Os policiais da ROCAM (Rondas Ostensivas com Aplicação de Motocicleta), percebeu a presença de um motociclista que ao ver os militares correu para dentro de uma determinada residência, no bairro Jd. São Vicente em Paranavaí. Os policiais chamaram em frente a referida casa e após algum tempo, foram atendidos por uma mulher, de 25 anos. Ela informou que na casa só estava ela, uma amiga e uma prima.

Entretanto, os policiais pediram autorização para entrar e logo perceberam pela janela que havia, além das mulheres citadas, mais dois homens. A mulher citada, disse ser a dona da casa e confessou que havia drogas no local e no quarto apresentou aos policiais uma porção maior de maconha, cerca de 300g.

Posteriormente, os policiais localizaram, durante buscas, mais 19,5g e por fim, mais 65 porções que totalizavam 329,5g. Ainda, no local foram apreendidos materiais que evidenciavam o comércio ali exercido, como máquina de cartão e balança de precisão. A autora disse ainda que no local ocorre prostituição e uma mulher no local, de 18 anos, confirmou que faz programas. As demais pessoas abordadas no local afirmaram que estavam ali para comprar drogas. A ocorrência se deu no período noturno, por volta das 20h15 desta segunda-feira (29).

As duas mulheres supracitadas foram encaminhadas ao órgão previsto com todos os materiais apreendidos. Foi verificado ainda pelos policiais que a autora possuía um mandado de prisão expedido pelo Estado de São Paulo. A Polícia Militar não divulgou por qual motivo seria o mandado de prisão.

Fonte: Comunicação Social do 8º BPM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *